Arquivado em Gastronomia, Resenha - por

Manga crocante

Está procurando um snack saudável para aqueles momentos que bate uma fome entre as principais refeições? Então a manga crocante da Jasmine pode ser uma boa opção.

Como mostra a embalagem, esse produto é 100% natural, não tem açúcares nem conservantes. E o processo de desidratação é feito de tal forma que preserva as propriedades da fruta, mantendo as vitaminas, a cor e o aroma.

Manga crocante

Abaixo dá para acompanhar a tabela nutricional de todo o pacotinho, que vem com míseros 20g de manga… Que mixaria! Só me toquei dessa quantidade nesse momento…

Mas continuando… todo esse pacote não chega a ter 100 calorias! Também não tem nenhuma, nem nenhum tipo de gordura, não tem colesterol e também não tem sódio. Ponto positivo!!!

Manga crocante

Em contra partida, tem muito carboidrato para só 20g de produto, sendo que quase tudo é proveniente dos açúcares naturais que a manga tem…
(Se escrevi besteira seja gentil comigo e me corrija nos comentários! )

E para finalizar a analise da embalagem, termino mostrando as dicas de saúde que a marca incentiva, como “Coma bem… viva bem!” e o incentivo a pratica de exercícios físicos. Achei fofo, achei coerente!

Manga crocante

Chega de lenga-lenga e vamos ao que interessa, como que é essa manga? A melhor forma de te dizer é mostrando em fotos, e bem de pertinho, pois assim você terá noção de como é a aparência dela… que é totalmente diferente da fruta fresca. Veja:

Manga crocante
Manga crocante
Manga crocante
Chips de manga

Temos que convir que é um tanto quanto esquisita, né?! Mas sendo a manga uma fruta super suculenta, para ficar seca e desidratada tem também que ficar feia.

E O SABOR?
Ai entramos naquele quesito de “gosto, cada um tem o seu”! Falo isso porque eu ODIEI com todas as minhas forças esse snack, e quando falo que eu odiei é naquele nível de não comer mesmo, nunca mais e fazer cara feia quando encontrar um no mercado. Porém, Rafael e minha mãe gostaram e ficaram comendo até o pacotinho ficar vazio.

Ou seja, é complicado dizer se você vai gostar ou não, mas se procura por uma alternativa saudável para a hora de um lanchinho vale testar essa manga desidratada, quem sabe você gosta dela, não é mesmo?

Se você já experimentou a manga crocante da Jasmine deixe sua opinião aí nos comentários.
Beijos!

Arquivado em Crítica, Desabafos - por

Economizar água - Voz da seca

Você acorda as 6:20 toda manhã, levanta relutando, pois na verdade gostaria de ficar mais tempo na cama, dormir por mais algumas horas, mas não… vai até o banheiro, abre o chuveiro e fica analisando seu rosto no espelho enquanto a água cai fria no azulejo.

Os pensamentos vão longe, quando você ainda não tinha nenhuma olheira ou linhas de expressão, e você se perde em memórias enquanto o barulho do chuveiro, agora já aquecido, te hipnotiza. Não você já não é o mesmo, nem nosso mundo, que com a sua ajuda diária está cada dia mais vazio. Literalmente.

Sua rotina pode não ser exatamente assim, mas a de muitas pessoas que eu conheço é, e foi por muitos e muitos anos… e ainda continua sendo, mesmo depois de tantos alardes sobre a escassez de água nos reservatórios de São Paulo e Rio de Janeiro, mas isso, vai muito além do que você imagina.

O problema só vira uma preocupação quando começa a afetar grandes cidades, pessoas importantes, a grande maioria e você diretamente. Sempre foi assim e se o egoismo continuar, sempre será.

Economizar água - Voz da seca

Não adianta eu pedir para você não desmatar, isso só vai acontecer quando nenhuma árvore mais estiver de pé… Não adianta eu pedir para você tomar um banho de 5 minutos, isso só vai acontecer quando sua água só durar exatos 5 minutos… Não adianta eu pedir que coma conscientemente, isso só vai acontecer quando sopa for só a sua opção de refeição…

E como mudar o pensamento das pessoas? Bom, o instituto Akatu está tentando de uma nova forma, para ver se dessa vez alguém acorda e escuta a voz da seca gritando, clamando por ajuda!

O projeto, que é basicamente online e conta com a ajuda de todos para ser o mais compartilhado e divulgado, tem a intenção de mostrar como seria a tipografia do solo seco do sistema cantareira, de São Paulo. Foi criado um alfabeto para dar voz à terra e então espalhar mensagens incentivando um consumo mais consciente e com menos desperdício.

Economizar água - Voz da seca

Sim, qualquer mudança é difícil, principalmente as que mexem com nossa rotina, mas é melhor mudar agora do que não ter nem opções no futuro… É hora de começar a economizar água, uma gota de cada vez, você pode evitar que a situação se torne ainda pior. Dá para economizar em casa, no trabalhoe por toda a cidade! No Água pede água tem diversas dicas práticas de como você pode reduzir o desperdício de água.

Pense nisso.
Beijos.

Arquivado em Receita - por

Ótima opção para a semana santa, para pessoas que não comem carne e também aos intolerantes a lactose, essa receita foi um SUCESSO absurdo aqui em casa, e será também na sua! Tenho certeza que você vai agradar muitos paladares com esse diferente strogonoff de cogumelos, uma receita vegetariana super fácil e rápida de fazer.

Minha mãe experimentou uma receita similar no mercado hortifruti, gostou tanto que já aproveitou para comprar os ingredientes para fazer aqui em casa… Acompanhe abaixo o que você vai precisar para fazer essa delícia (a cara não é das melhores, mas o gosto é mara!).

receita vegetariana

STROGONOF DE COGUMELO FRESCO
Ingredientes:

  • Azeite
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 200g de cogumelos paris
  • 200g de cogumelos portobelo
  • 200g de cogumelos shitake
  • Molho shoyo a gosto
  • 200g de nata LACFREE (pode usar creme de leite normal)
  • Sal e pimenta a gosto
  • Queijo parmesão ralado a gosto

Modo de preparo:

  1. Em uma panela coloque um fio de azeite e refogue a cebola e o alho até dourar.
  2. Adicione os cogumelos picados e shoyo a gosto.
  3. Cozinhe por alguns minutos até os cogumelos escurecerem.
  4. Adicione a nata sem lactose, mecha até ela incorporar toda.
  5. Prove, se necessário corrija o sal.
  6. Coloque em um refratário, polvilhe queijo ralado (opcional) e leve ao forno a 200° para gratinar.
  7. Sirva!

receita vegetariana

Optamos por usar a nata sem lactose por ser mais consistente do que o creme de leite, e dessa forma a receita ficou permitida aos intolerantes, porém se você ou seus convidados não são intolerantes a lactose pode ser usado um creme de leite fresco ou de caixinha/lata na receita.

O queijo ralado é totalmente opcional, assim como levar ao forno para gratinar. Caso queira pode servir logo em seguida de incorporar a nata.

O strogonoff pode acompanhar o arroz da sua preferencia: branco, parboilizado, integral… e caso queira adicionar uma proteína animal sugiro uma picanha ou filé mignon, que harmonizam super bem com o prato.

Espero que tenha te ajudado a criar uma nova receita diferente e deliciosa! Depois que fizer volte aqui para contar o que achou e se todos da sua casa aprovaram.

Beijos!